• Artigos: 0
  • Total: 0,00 €

Ampliar a imagem


25 de Novembro de 1975 e Os Media Estatizados (O)

Ribeiro Cardoso 

Editor: Caminho

Ano de edição: 2017

Tipo de artigo: Livro

ISBN: 9789722128858

C.I.: 00000290063

Número de páginas: 432

Local edição: Lisboa

Idioma: Português

Encadernação: Brochado

Em stock, enviamos para o correio, até 24 horas.
(Salvo ruptura de stock)

Preço: 19,90 €

Preço: 17,91 €

Top Leitura

adicionar ao cesto

Comente este livro

Adicione à sua Lista de LeituraAdicione à sua Lista de Leitura

 Partilhar: 

O livro por dentro

contra capa

Sinopse

O 25 de Novembro de 1975 ainda tem muito para e por contar, pois o que ficou na nossa memória colectiva pouco tem a ver com o que se passou na realidade. Ao cair do pano daquele dia, na execução de uma estratégia muito antes gizada por sectores político-militares, 152 trabalhadores da comunicação social estatizada de Lisboa foram afastados impiedosa e ilegalmente dos seus postos de trabalho. Suspensos sem culpa formada, sem processo disciplinar e através de listas ad-hoc organizadas apenas por motivos político-ideológicos, ficaram em casa à força e sem salário.

Recorreram para os Tribunais do Trabalho, da Relação e Supremo, e em todos venceram sem apelo nem agravo. Durante dois anos, e após ter consultado cerca de 60 processos que correram nos tribunais, fui ouvir dezenas de trabalhadores que passaram por esse tormento. Esta é, pois, uma das muitas histórias do 25 de Novembro que estão por contar. E nos dois últimos capítulos deixo-vos também, para meditar, uma nova versão, documentada, dos casos do jornal República e da Rádio Renascença, explorados sem pudor, aqui e lá fora, pelo PS e pela Igreja.

Sobre o Autor

Ribeiro Cardoso é natural do Porto e tem 65 anos. Jornalista desde 1971, iniciou-se no Diário de Lisboa e foi fundador de O Jornal, O Diário e Europeu. De 1989 a 1992 foi director-adjunto do semanário O Comércio de Macau, tendo permanecido até 1993 naquele território chinês como free-lancer e correspondente para a Ásia do JN e da RDP-Antena Um. Regressado a Portugal, foi redactor do Tal & Qual, director de publicações da editora da RTP «TV Guia» e coordenador da revista Autores, da Sociedade Portuguesa de Autores. De 2001 a 2004 integrou os quadros da RTP Internacional e da Direcção de Novos Projectos e Arquivos da RTP. De 2004 até 2009 foi responsável editorial e um dos moderadores do programa Clube de Jornalistas, emitido na RTP 2. Eleito pelos jornalistas portugueses, foi membro do Conselho de Imprensa (1977-81) e, no Sindicato dos Jornalistas, presidente do Conselho Técnico e de Deontologia (1981- 83) e vice-presidente da Direcção (1987-89). Integra, há vários mandatos, os corpos sociais do Clube de Jornalistas e, de 2003 a 2009, os da Casa da Imprensa.